24.8 C
Goiânia
sexta-feira, 12, agosto 2022
- Anúncio -

Prefeitura propõe para 2023 redução de até 27,5% na Taxa de Localização e Funcionamento, em Goiânia

O valor mínimo cobrado, para imóveis de até 60 metros quadrados, é de R$ 124,65. Com o novo projeto, este valor cairia para R$ 118,41

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Uma proposta que visa descontar em até 27% para o contribuinte de Goiânia a taxa de licença de localização e funcionamento foi elaborada pela Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) em atualização do Código Tributário de Goiânia.

Segundo a pasta, além da redução nominal de 5,1% na tabela inteira, a prefeitura não aplicará a correção inflacionária no ano que vem e, também, dará desconto de 10% para recolhimento à vista.

A taxa incide sobre estabelecimentos comerciais e prestadores de serviço. O objetivo dela é custear o trabalho de fiscais que asseguram o cumprimento de regras de higiene e outras leis de ocupação do solo urbano. Atualmente, ela só pode ser paga em Goiânia à vista, contudo essa nova proposta permitirá que seja parcelada em até quatro vezes sem acréscimo. E quem, ainda assim, optar pelo recolhimento à vista, terá desconto de 10%.

A tabela que regulamenta a cobrança dessa taxa é a Lei Complementar 344/21, ou seja, o novo Código Tributário Municipal, que entrou em vigência em janeiro de 2022 e mudou a forma como a taxa é calculada.

Desde o início de 2022, os estabelecimentos passaram a ser tributados de acordo com a metragem. O valor mínimo cobrado, para imóveis de até 60 metros quadrados, é de R$ 124,65. Com o novo projeto, este valor cairia para R$ 118,41.


Leia mais: Morre neste sábado o jurista Elísio de Assis aos 93 anos de idade

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -