Prefeitura inicia entrega de cestas básicas para mulheres nesta segunda-feira, 5

0
Foto: Prefeitura de Goiãnia

A Prefeitura de Goiânia,  por meio da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), inicia na segunda-feira (5) a entrega de cestas básicas, produtos de higiene e roupas arrecadadas pela campanha “Por Todas”. As doações serão distribuídas entre as mulheres vítimas de violência doméstica e em situação de vulnerabilidade na capital cadastradas pela pasta.

A campanha “Por Todas”, lançada em 15 de março, já arrecadou quatro toneladas de alimentos na sede da Secretaria, o que  reforça a importância de parcerias para que o projeto chegue às mulheres mais vulneráveis.

A primeira-dama, Thelma Cruz, agradeceu quem ja doou e  diz que tem expectativas de que a campanha sensibilize empresas a fazerem doações durante a pandemia. “Nesse momento precisamos de união para garantir que as famílias mais vulneráveis sejam atendidas,” destacou. Ela lembrou que o Programa Renda Família também chegará a essas mulheres mais vulneráveis.  

Segundo a secretária Tatiana Lemos, as mulheres são as mais atingidas nesta pandemia, pois são as primeiras a perderem seus empregos, e a maioria são chefes de família. Segundo ela,  a campanha seguirá enquanto durar a pandemia. “Agradecemos a cada pessoa que já se sensibilizou com o projeto social.

Como doar

Interessados em ajudar na campanha podem levar os itens à sede da Secretaria da Mulher (Rua 74, esquina com Rua 59, número 423, Setor Central), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

A pessoa física ou empresa também deve entrar em contato pelo número/whatsapp: (62) 9 8323-8737. Qualquer quantidade é bem-vinda e vai ajudar a centenas de mulheres e seus filhos.

Podem ser doados cestas básicas ou alimentos não perecíveis como arroz, feijão, açúcar, macarrão, óleo, leite e bolacha, além de itens de higiene como sabonete, creme dental, escova de dente, absorventes íntimos, fraldas descartáveis, álcool em gel e máscaras. Brinquedos também são bem-vindos.

Leia mais: Ministro do STF libera cerimônias religiosas presenciais na Páscoa