Prefeitura de Goiânia inicia distribuição de carnês do IPTU

0
Foto: Divulgação/Prefeitura de Goiânia

A Prefeitura de Goiânia iniciou na quarta-feira (22) a distribuição de carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2020. A previsão da administração é que os Correios concluam o processo de entrega até o dia 4 de fevereiro. Os contribuintes terão até o dia 20 de fevereiro para pagar o tributo. Até esta data, o pagamento pode ser feito à vista, com 10% de desconto ou parcelado em 11 vezes, sem desconte, desde que o valor das parcelas não seja inferior a R$ 26,28.

A Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) calcula que mais de R$ 500 milhões entrarão nos cofres públicos, dos quais R$ 230 milhões à vista e outros R$ 270 milhões referente à parcela inicial. De acordo com a pasta, aproximadamente R$ 180 milhões serão alvos de cobrança. As ações serão de protesto de dívida em cartório, inscrição dos devedores em órgãos como SPC e Serasa, além da discussão judicial de débitos.

Em 2020, a Prefeitura utilizará tecnologia para reduzir a inadimplência. Com robôs, a Sefin avisará os contribuintes previamente da proximidade do prazo de pagamento e também informará o atraso.

“Quando o contribuinte não paga e são adotadas ações de cobrança, como o protesto em cartório e a cobrança judicial, a dívida encarece muito e o contribuinte passa a ter ainda mais dificuldade de fazer o pagamento”, disse o secretário de Finanças de Goiânia, Alessandro Melo.

Reajuste

O IPTU de 2020 foi reajustado em 2,66%. O acréscimo, conforme a Sefin, tem a inflação como base. A Prefeitura alega que não houve aumento real no valor do imposto de imóveis que não tiveram alterações. Além da guia que está sendo entregue pelos Correios, o contribuinte pode pedir a emissão do Documento Único de Arrecadação Municipal (Duam). O documento pode ser emitido no site ou retirado nas unidades do Atende Fácil.

Quem optar por parcelar o tributo deve pagá-lo também no site e no Atende Fácil. O calendário oficial aponta que as parcelas vencem nos dias 20, de março, 22 de abril, 20 de maio, 22 de junho, 20 de julho, 20 de agosto, 21 de setembro, 20 de outubro, 20 de novembro e 21 de dezembro.

Leia Mais:

Operação Sofisma investiga fraudes em contratos do Detran