20.8 C
Goiânia
terça-feira, 7, dezembro 2021
- Anúncio -

Policial civil acusado de matar torcedor do Goiás em Goiânia é solto

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Na tarde desta sexta-feira,01, o policial civil Gabriel Tortura Chaves, acusado de matar o torcedor do Goiás, na noite de ontem,31, após passar por audiência de custódia realizada na manhã de hoje.

O policial ficou preso desde a noite de quinta-feira,31, na Delegacia de Homicídio após balear um torcedor do Goiás no estacionamento do Estádio Serra Dourada.

Em nota, a Policia Civil do Estado de Goiás (PC-GO) destacou que “Gabriel Tortura Chaves foi autuado em flagrante, inicialmente pelo crime de homicídio tentado. Gabriel foi levado à Central de Flagrantes, teve sua arma apreendida”. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídio de Goiânia.

Entenda o caso

Um torcedor do Goiás, identificado como Helenio Rodrigues Cardoso Filho, de 30 anos morreu após ser baleado no estacionamento do Serra Dourada na saída do jogo entre Goiás e Flamengo que ocorreu nesta quinta-feira, 31, em Goiânia.

Segundo informações da Polícia Militar, o policial civil Gabriel Tortura Chaves foi preso suspeito de ter atirado no rapaz.

O crime teria ocorrido após Helenio, junto com um grupo de torcedores do Goiás, terem exigido que o policial e outros amigos tirassem a camisa do Flamengo. Neste momento, segundo testemunhas relataram à PM, o homem teria sacado uma pistola e anunciado que era policial. Porém, mesmo assim os torcedores do Goiás partiram para cima do grupo.

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -