20.8 C
Goiânia
quinta-feira, 27, janeiro 2022
- Anúncio -

Polícia apreende 370 kg de queijo impróprio para consumo em São Francisco de Goiás

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Jaraguá, e a Agrodefesa, apreendeu, no dia 3 de dezembro, 370 quilos de queijo em uma residência situada na cidade de São Francisco de Goiás.

Segundo o delegado Glênio Alves, a Agrodefesa esteve no local à época da denúncia apócrifa, mas o dono do local não permitiu a entrada dos fiscais, alegando que não havia ordem judicial para tal fim. Os agentes da Agrodefesa, então, procuraram a delegacia e relataram o teor das denúncias à Polícia Civil. 

No local, o proprietário da casa foi flagrado fabricando queijos do tipo provolone, trança e muçarela, sem obedecer a qualquer norma legal. O espaço estava tomado por mosquitos e moscas. “Inclusive, havia várias galinhas andando livremente pelo quintal. Tinha ainda um cão amarrado muito próximo ao defumador improvisado, destinado à fabricação de queijo provolone”, relata.

Nas imediações do galpão onde se fazia os queijos, havia muito barro e, na área da residência, um freezer cheio de mercadoria (queijo provolone, muçarela e trança) pronta para a venda, sendo que todas foram fabricadas no mesmo recinto inspecionado. O proprietário da produção informou não possui nenhuma documentação legal que o autorizasse a fabricar os queijos. Alegou, ainda, que há três anos pratica tal atividade irregular.

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -