26.8 C
Goiânia
sábado, 31, julho 2021
- Anúncio -

Pesquisa aponta que 75,5% das cidades brasileiras tem registro de “sommeliers de vacinas”

O levantamento ouviu 5,5 mil prefeitos em todo o Brasil entre 12 e 15 de julho.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Municípios (CMN) e divulgada nesta sexta-feira (16), aponta que 75,5% das cidades brasileiras já registraram casos de “sommeliers de vacinas“, apelido dado às pessoas que tentam escolher a marca do imunizante anticovid. O levantamento ouviu 5,5 mil prefeitos em todo o Brasil entre 12 e 15 de julho.

A última divulgação, realizada no dia 9 de julho, apontava que 70% dos municípios brasileiros já haviam registrado casos do tipo. O número de pessoas que tentam escolher a marca da vacina cresceu 5% nesta semana.

Rejeição

A pesquisa realizada pela CNM também avaliou quais imunizantes tem sido mais rejeitados pelos brasileiros. A Coronavac, fabricada pelo Instituto Butantan foi a vacina mais rejeitada, sendo desaprovada por metade (50%) da população do país. Logo em seguida, a vacina da AstraZeneca apresenta a maior rejeição com 41%.  

O outros imunizantes atualmente aplicados no país, da Pfizer e da Janssen, apresentaram rejeição mínima, segundo a pesquisa. A Pfizer/Biontech obteve rejeição de 1,9% e a Janssen, produzida pelo laboratório Johnson & Johnson teve 3,3% de rejeição.


Leia mais: Programa de alfabetização infantil prevê prêmio para escolas e desconto no ICMS, em Goiás

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -