28.8 C
Goiânia
sábado, 23, outubro 2021
- Anúncio -

Pellozo nega irregularidades em seu governo e indica que pode conversar com vereadores

A Câmara aceitou cinco denúncias e abriu uma CPI para investigar contratos do Executivo

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Em entrevista à Rádio Bandeirantes Goiânia, nesta segunda-feira (24), o prefeito de Senador Canedo, Fernando Pellozo (PSD), negou que as acusações que são feitas contra seu governo na Câmara de Vereadores não têm base jurídica.

“Juridicamente, todas essas denúncias não têm embasamento nenhum. Eles [vereadores] questionaram a contratação desse hospital que nós contratamos os leitos, mas a gente procurou o Ministério Público antes de fazer sobre a legalidade, porque o antigo dono do hospital tinha um impedimento na justiça, mas ele é administrado por uma outra empresa e a gente fez o contrato com esta empresa”, explicou.

Os parlamentares aceitaram cinco denúncias contra a prefeitura e aprovaram a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar também supostamente preços pagos nos remédios muito acima do praticado, de acordo com a denúncia.

Ainda segundo o prefeito, as denúncias são mais políticas que jurídicas, contudo o chefe do Executivo acabou reconhecendo que faltou mais experiência para articular com o parlamento.

“Então essa parte jurídica está tranquilo, tanto quanto as outras denúncias também que todas elas do ponto de vista jurídico não tem problema, não há irregularidade. Eu acredito que seja um problema meramente político, porque com tanto problema, a gente chegou e foi para dentro dos problemas, talvez da minha parte como prefeito novato faltou uma articulação melhor com a Câmara, já me coloquei à disposição, estamos abertos para conversar e trabalhar e administrarmos juntos, mas esse momento exige essa união e exige que o foco seja os problemas da cidade, talvez eu falhei em não estar articulando com a Câmara devido a tantos problemas que estamos passando”, afirma Pellozo.


Leia mais: Caiado reafirma que o estado não solicitou o fechamento do Hcamp, em Águas Lindas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -