31.8 C
Goiânia
quarta-feira, 17, abril 2024
- Anúncio -

Paulo Egídio Pinheiro, Supervisor de Futebol do Goiás, pede seu desligamento do clube

Supervisor de Futebol do Goiás, Paulo Egídio Pinheiro, pediu pra se desligar do Goiás.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O agora ex dirigente do Goiás, Paulo Egídio Pinheiro, pediu para sair do clube. Após três anos na função de Supervisor de Futebol do Goiás, na noite de ontem, 13, Paulo pediu para sair do clube por motivos pessoais.

Em meio a crise que se instalou no clube após a eliminação no Campeonato Goiano, a decisão da saída do cartola pegou muito de surpresa. Partiu do dirigente a saída do clube que alegou ter projetos pessoais fora do país.

Nos três anos de trabalhos prestados, Paulo Egídio, acabou se envolvendo em polêmica após uma partida da Série B em 2021, contra o Naútico, envolvendo a torcida e o atacante Alef Manga, onde acabou sendo afastado e retornando dias depois.

O cargo fica em aberto e existe a possibilidade do diretor de futebol, Agnello Gonçalves, pode acumular a função no clube após a saída de Paulo Egídio Pinheiro.

- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -