28.8 C
Goiânia
sábado, 22, janeiro 2022
- Anúncio -

Nos pênaltis, Flamengo vence o Palmeiras e conquista a Supercopa

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Pode comemorar, torcedor Rubro-Negro! O Flamengo é o #SupercampeãodoBrasil! O Rubro-Negro venceu o Palmeiras nos pênaltis e ficou com o título da Supercopa 2021. No estádio Mané Garrincha, neste domingo (11), as equipes empataram em 2 a 2 na etapa regulamentar. Da marca da cal, o Fla bateu o Verdão por 6 a 5 e garantiu o bicampeonato da competição. 

O jogo

O jogo começou muito movimentado e o Palmeiras abriu o placar com apenas um minuto de jogo. Raphael Veiga aproveitou o corte de cabeça de Felipe Melo após um chutão de Diego Alves, deu um “drible da vaca” de costas em cima de Willian Arão e tocou na saída do goleiro.

O empate do Mengão aconteceu aos 22, com Gabriel Barbosa. Filipe Luís fez grande jogada individual dentro da área e chutou na trave. Na sobra, o artilheiro Rubro-Negro no século balançou as redes. Com a partida mais intensa após a igualdade, o Alviverde fez uma ronda na zaga rubro-negra, aos 28, iniciada com Breno Lopes. O atacante driblou o goleiro do Fla e bateu cruzado. O meia Diego Ribas interceptou o chute. Um minuto depois, Raphael Veiga chutou forte e Diego Alves espalmou. 

Já nos acréscimos, era o Palmeiras que tomava a iniciativa e tentava tirar a igualdade do placar, mas o alviverde foi vítima de sua principal arma. No contra-ataque, a bola chegou em Arrascaeta pela esquerda, que cortou para o meio do campo e bateu de fora da área no canto direito de Weverton.

Perto dos 25 minutos do 2º tempo, Rodrigo Caio puxou a camisa de Rony dentro da área e um novo pênalti foi marcado para o Palmeiras, dessa vez sem necessidade de intervenção do VAR. Raphael Veiga foi para a cobrança e marcou o segundo dele e do alviverde no jogo.

Com o empate em 2 a 2, a decisão da Supercopa Kia 2021 foi para os pênaltis. E deu Mengão em uma disputa emocionante! Da marca da cal, o Flamengo venceu o Palmeiras por 6 a 5, com gols de Arrascaeta, Vitinho, Gabriel Barbosa, João Gomes, Michael e Rodrigo Caio. O destaque das penalidades foi o goleiro Diego Alves, que defendeu quatro cobranças e garantiu o bicampeonato da Supercopa para o Rubro-Negro.

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -