Moradora de condomínio de luxo de Goiânia é suspeita de racismo contra entregador

0
Racismo em Goiânia
Foto: Redes Sociais

Na noite desta segunda-feira (26), uma hamburgueria, localizada no setor Goiânia 2, na capital, relatou por meio das redes sociais um episódio de racismo cometido por uma moradora de um condomínio localizado às margens da BR-153, também em Goiânia. “Esse preto não vai entrar no meu condomínio. Manda outro motoboy que seja branco”, disse a moradora. A gerente da hamburgueria se negou em atender ao pedido da cliente, mas mesmo assim os ataques continuaram. “Eu não vou permitir esse macaco”, continuou a mulher, segundo publicação da empresa nas redes sociais.

O nome da cliente não foi divulgado, pois os donos do estabelecimento esperam que as investigações da Polícia Civil revelem se foi mesmo a cliente que enviou as mensagem ou se foi outra pessoa com o intuito de prejudicar a moradora. Por meio de nota divulga nas redes sociais, a hamburgueria repudiou a atitude da cliente. “Não toleramos nenhum tipo de preconceito. Iremos à polícia e esperamos que medidas cabíveis sejam tomadas”, publicou.

 O aplicativo de entregas, Ifood, informou por meio de nota, que a usuária apontada como autora de injúrias raciais contra um de seus entregadores, em Goiânia, foi identificada e banida do app.