Marconi Perillo é denunciado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa

0
Ex-governador Marconi Perillo
MPF denunciou Marconi Perillo (PSDB) pela prática dos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa (Foto: reprodução/internet)

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF) denunciou o ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB) pela prática dos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A denúncia é resultado da Operação Cash Delivery realizada em setembro de 2018 que resultou na prisão de cinco pessoas. Entre elas, Perillo.

Segundo o MPF, Marconi Perillo quando era senador e depois quando foi  governador recebeu propina em troca de favorecer interesses relacionados a contratos e obras em Goiás. O Ministério Público Federal também pede que sejam devolvidos aos cofres públicos R$ 17,8 milhões.

O documento assinado pelo procurador da República Helio Telho também denuncia o ex-presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras , Jayme Rincóns, por lavagem de dinheiro , corrupção passiva e organização criminosa. O motorista de Rincón , Márcio Garcia Moura também é denunciado pelos mesmos crimes. O advogado Pablo Rogério de Oliveira e o empresário Carlos Alberto Pacheco Júnior são denunciados por organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Todos os denunciados respondem ao processo em liberdade.

Defesa

Em nota , o advogado de Marconi Perillo, Antônio Carlos de Almeida, disse que a denúncia é uma “perseguição” ao seu cliente e que Perillo “não teme o enfrentamento dos fatos. O advogado ainda pontuou que “tem absoluta confiança” na “inocência” de seu cliente.

Leia também:

Arrecadação fiscal cresce 10%, em Goiás