Leitos de UTI de Caldas Novas estão 100% ocupados, diz secretário

A prefeitura expediu um novo decreto na última quarta-feira (20), restringindo o horário de funcionamento de bares, restaurantes e estabelecimentos alimentícios.

0
Leitos de UTI Caldas Novas
Caldas Novas tem 3.730 casos confirmados de Covid-19, destes 3.271 estão recuperados. (Foto: Prefeitura de Caldas Novas)

O secretário de Saúde de Caldas Novas, Ângelo Paulo da Silva, revelou na manhã desta sexta-feira (22), ao Jornal Bandeirantes que, a Rede Municipal de Saúde da cidade está com 100% de ocupação nos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI). A prefeitura expediu um novo decreto na última quarta-feira (20), restringindo o horário de funcionamento de bares, restaurantes e estabelecimentos alimentícios. Esses locais poderão funcionar somente até meia noite.

De acordo com o secretário, a cidade chegou ao limite de ocupações desde a última quinta-feira (21). “Até ontem estava tudo normal, mas amanhecemos com 100% na taxa de ocupação”, diz Ângelo. O secretário explica que quatro leitos da rede municipal estão no Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida, onde também há leitos pleiteados pelo Governo de Goiás.

Já no novo hospital de Caldas Novas, não há leitos de UTI para tratamentos da Covid-19, apenas aparelhos de oxigenação. Caso for necessário leitos de UTI atualmente, o secretário releva que será necessário esperar pela liberação de uma vaga ou buscar em outras unidades de Saúde.

Decreto municipal

Na última quarta-feira (20), a Prefeitura de Caldas Novas publicou um decreto onde aplica novas restrições na cidade. Ângelo informou que a restrição se justifica pela redução da demanda hospitalar. O decreto estabelece que atrações turísticas, como a Feira do Luar e o parque de diversões terão de indicar responsáveis para atender a Vigilância Sanitária aos fins de semana e feriados.

Também fica tipificada a aglomeração. Segundo o texto, qualquer reunião de pelo menos 10 pessoas, sem observância de distanciamento de 1,5m, é considerada aglomeração. O decreto ampliou automaticamente o período de validade dos alvarás covid-19 conferidos pela prefeitura até 30 de junho. Eles venceram no dia 31 de dezembro.

Em números, Caldas Novas tem 3.730 casos confirmados de Covid-19, destes 3.271 estão recuperados. Há ainda 392 casos ativos, sendo que 379 estão em isolamento domiciliar, 23 pessoas internadas e 67 óbitos já confirmados. Outros dois óbitos estão sob suspeita.


Leia mais: Goiás receberá 140 mil doses da Vacina de Oxford na próxima semana