14.8 C
Goiânia
domingo, 26, junho 2022
- Anúncio -

Justiça de Goiás determina prisão de João de Deus em regime fechado

A nova prisão, é relativa a 15º denúncia apresentada pelo MP contra o médium.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Depois que o Ministério Público apresentou denúncia contra João de Deus, a justiça de Goiás manteve, em audiência realizada na última sexta-feira (27), a prisão do Médium em regime fechado. João de Deus é acusado de uma série de abusos sexuais contra mulheres durante atendimento espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, segundo o MP.

Na última quinta-feira (26), João de Deus foi preso novamente na cidade de Anápolis, a 55km de Goiânia. A nova prisão, é relativa a 15º denúncia apresentada pelo MP contra o médium.

De acordo com o MP, ao oferecer a última denúncia, foi feito um novo pedido de prisão contra ele pelo fato das vítimas se sentirem inseguras com ele cumprindo pena em regime domiciliar. Ainda de acordo com os promotores, a Justiça aceitou a denúncia, o tornando réu, e decretou a prisão.

João de Deus já esteve detido no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, entre dezembro de 2018 e março de 2020, mas, por causa da pandemia da Covid-19, foi autorizado a ficar em prisão domiciliar.

João de Deus foi preso no dia 16 de dezembro de 2018. Desde então, já foi condenado por posse ilegal de arma e crimes sexuais contra 10 mulheres. Cerca de outros 12 processos ainda estão em análise na Justiça e correm em segredo.

Leia também:

Bolsonaro diz em Goiânia: “Tenho 3 alternativas: estar preso, morto ou a vitória”

Bolsonaro diz em Goiânia: “Tenho 3 alternativas: estar preso, morto ou a vitória”

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -