Justiça bloqueia R$ 25 milhões em bens de grupo especializado em jogos de azar em Goiás

Os mandados foram cumpridos em Goiânia, Jataí, Valparaíso, Anápolis e Goianira. A operação mirou em líderes e proprietários de casas de jogos clandestinos.

0
Jogos de azar em Goiás
As ações fazem parte da Operação Garito que, investiga um grande esquema de jogos de azar, em Goiás. Foto: PC)

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) cumpriu 11 mandados de prisão preventiva, 48 mandados de busca e apreensão e bloqueio de bens e valores no montante de R$ 25 milhões, além de uma fazenda e seis imóveis em Goiânia. As ações fazem parte da Operação Garito que, investiga um grande esquema de jogos de azar, em Goiás.

Os mandados foram cumpridos em Goiânia, Jataí, Valparaíso, Anápolis e Goianira. A operação mirou em líderes e proprietários de casas de jogos clandestinos. A Polícia Civil apreendeu máquinas caça-níqueis, peças utilizadas para a montagem de equipamentos, 16 veículos, uma aeronave, duas armas de fogo e aproximadamente R$ 80 mil em espécie.

As buscas da Operação Garito foram feitas em casas de jogos, depósitos para a guarda de equipamentos, empresas utilizadas para lavagem de dinheiro, além da residência dos investigados. No curso da investigação, duas casas de jogos já haviam sido fechadas pela Draco, com a apreensão de mais de 30 máquinas caça-níqueis. Participaram da operação 140 policiais civis.


Leia mais: PRF apreende veículo com mercadorias do Paraguai na BR-050 em Catalão