27.8 C
Goiânia
terça-feira, 24, maio 2022
- Anúncio -

Goiás paga bônus a profissionais da educação e aumenta salário de professores temporários

Mais de 12 mil professores contratados temporariamente pela rede pública terão aumento salarial de 56%.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O governador Ronaldo Caiado anunciou, no Dia do Professor, uma ajuda de custo que seria liberada a todos os profissionais da rede estadual de educação na folha de pagamento de dezembro. Servidores efetivos, comissionados e contratos temporários da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) vão receber um valor proporcional aos meses trabalhados em 2020 e à carga horária de cada um.

De acordo com o governo, essa é uma forma de valorizar os profissionais da educação que tiveram custos extras com aquisição de equipamentos e aumento do uso de dados de internet durante o Regime Especial de Aulas Não Presenciais (REANP), em razão da pandemia da Covid-19. Além disso, é um reconhecimento ao esforço dos educadores no resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

A ajuda de custo será repassada a todos os quase de 40 mil servidores da educação no estado. O repasse será feito de acordo com a carga horária do servidor. Quem faz 20 horas, vai receber R$ 1.297,00; 30 horas, o valor é de R$ 1.945,00; e para 40 horas, R$ 2.591,00.

Ao todo, o Estado irá designar R$ 92,1 milhões para reconhecer e valorizar os profissionais da educação. Se o servidor alterou a carga horária durante o ano será realizada uma média para o pagamento da ajuda de custo.

Aumento de salário para professores temporários

Na manhã desta segunda-feira (14), o governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou mais uma medida que beneficia profissionais da educação. Um aumento de 56% (mais de mil reais) para os 12.486 professores contratados temporariamente pela rede pública da educação. Eles ganhavam R$ 1.788,00.

Com o projeto enviado à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), os professores que, tem contratos temporários, passam a ganhar mais de R$ 2,800,00 (o piso nacional). “Nossos professores tiveram um ano muito desafiador, e nada mais justo que finalizar esse 2020 com mais um reconhecimento para quem faz do nosso Estado primeiro lugar no Ideb”, disse Caiado na publicação.


Leia mais: Michelle Bolsonaro e ministra Damares Alves visitam siamesas em unidade da OVG

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -