Michelle Bolsonaro e ministra Damares Alves visitam siamesas em unidade da OVG

Visita ocorreu neste sábado, na Casa do Interior de Goiás, onde as gêmeas estão hospedadas pela terceira vez.

0
Michelle Bolsonaro em Goiânia
As meninas, que têm um ano e quatro meses, vieram da Bahia pela terceira vez para a realização de novos exames e possível cirurgia de separação. Foto: Cristina Cabral)

As gêmeas siamesas Laura e Laís receberam a visita da primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e do governador Ronaldo Caiado, neste sábado (12). As gêmeas estão hospedadas na Casa do Interior de Goiás (Cigo), que é mantida pelo Governo do Estado e Organização das Voluntárias de Goiás (OVG).

As meninas, que têm um ano e quatro meses, vieram da Bahia pela terceira vez para a realização de novos exames e possível cirurgia de separação, que será comandada pelo médico e deputado federal Zacharias Calil (DEM). As irmãs estão acompanhadas da mãe, Liliane Silva dos Santos, e da tia, Lina dos Santos.

Michelle Bolsonaro conversou com a mãe e até brincou com as gêmeas por alguns minutos. Ela afirma que ficou encantada com o acolhimento que a unidade oferece. “A OVG está de parabéns por proporcionar a essas famílias esse atendimento porque se a gente for se colocar no lugar dessas mães, a ansiedade que elas estão, essa acolhida é muito importante. É um modelo de atendimento que deve ser referência para o Brasil”, frisou a primeira-dama.

Governador representou Gracinha Caiado

O governador Ronaldo Caiado representou a presidente de honra da OVG e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, primeira-dama Gracinha Caiado que, foi diagnosticada com covid-19 recentemente e não pôde comparecer ao evento. “O trabalho que fazemos aqui proporciona dignidade às pessoas em situação de vulnerabilidade social em um momento de fragilidade. É uma honra poder recebe-las e poder mostrar esse acolhimento que oferecemos às pessoas”, afirmou o governador.

Laura e Laís estão cercadas de cuidados na Cigo. O Serviço de Enfermagem da unidade acompanha diariamente a temperatura, pulso, respiração e pressão arterial das gêmeas e, no pós-operatório, ajudará nos cuidados para que a recuperação das meninas seja mais rápida e tranquila, seguindo orientações da equipe do Materno Infantil. Os profissionais das áreas de psicologia e a assistência social da OVG estão dando todo o suporte para que elas tenham uma melhor qualidade de vida.


Leia mais: Governo entrega ao STF plano nacional de vacinação contra a covid-19