25.8 C
Goiânia
sábado, 13, abril 2024
- Anúncio -

Goiânia reduz casos de Aids e HIV na última década, aponta Secretaria de Saúde

Em 2020, 131 pessoas foram diagnosticadas com Aids. Em 2011, 365 pessoas receberam o diagnóstico positivo. Já para HIV, 446 pessoas foram diagnosticadas em 2020.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Durante a abertura do Dia D do Dezembro Vermelho, mês em referência Mundial de Luta Contra a Aids, o titular da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Durval Pedroso, apresentou os dados do cenário epidemiológico da infecção pela Aids e HIV em Goiânia entre 2011 e 2020. Conforme o documento, o ano passado teve a menor quantidade de diagnósticos positivos de Aids da última década. Já para HIV, o número de casos não era baixo desde 2014.

Em 2020, 131 pessoas foram diagnosticadas com Aids. Em 2011, 365 pessoas receberam o diagnóstico positivo. Já para HIV, 446 pessoas foram diagnosticadas em 2020. “A última vez que o dado tinha sido menor foi em 2014, quando foram diagnosticadas 446 pessoas. De lá para cá os números estavam altos, como 634, em 2015; 706, em 2016; 668, em 2017; 642, em 2018 e 547, em 2019”, citou Durval.

“Neste mês, em virtude do Dezembro Vermelho, as ações da pasta são mais frequentes, mas a SMS mantém as campanhas educativas durante todo o ano, com testagens diárias nas nossas unidades de saúde, além da distribuição de preservativos em diversas ações da própria secretaria e também de parceiros”, citou o secretário. No caso do Dia D, as testagens ocorrem até às 17h no Paço Municipal. “Além do teste de HIV, estamos oferecendo testagem para sífilis e hepatites B e C”, pontuou.

De acordo com a SMS, mesmo com a pandemia da Covid-19, 900 mil preservativos já foram distribuídos somente neste ano. Segundo Durval, a grande estratégia para evitar a Aids são o diagnóstico e o tratamento precoces da infecção pelo HIV. “Nessas testagens, caso o resultado seja positivo, a pessoa já é regulada para seguir o tratamento da doença, que é totalmente custeada pelo SUS”.


Leia mais: Governo de Goiás e OVG preparam o “Natal do Bem”, no Centro Cultural Oscar Niemeyer

- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -