Goiânia pode ter oito mil infectados no início de maio, diz secretária

0
Imagem: Câmara Municipal / Alberto Maia

A Secretária Municipal de Saúde (SMS), Fátima Mrué, em entrevista à Rádio Bandeirantes, nesta sexta-feira,10, informou que o pico de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus, provavelmente será no fim do mês de abril e no início de maio. De acordo com a secretaria a capital poderá ter até oito mil infectados. No entanto, a maioria não será hospitalizada.

“Caso tenhamos um cenário de 0,5% da população de Goiânia adquirir a doença, teríamos cerca de 8 mil pacientes contaminados. Desses, mais de 70% têm um curso leve, domiciliar. Dos que precisam de internação, temos um número menor ainda que precisa de UTI”, ponderou Mrué.

Para diminuir a intensidade de pessoas infectadas, a secretaria pede que as pessoas permaneçam em isolamento social “Agora é o momento que os casos estão aumentando em Goiânia e não faz sentido relaxar as medidas nesse momento”, ponderou.

De acordo com a secretaria, Goiânia está preparada para enfrentar a epidemia do coronavírus e espera não ter um colapso na rede municipal de saúde. A capital com o hospital do Servidor Público e o Hospital das Clinica e o recém-inaugurado Maternidade Oeste para atender aos pacientes contaminados pelo novo coronavírus. “Estamos confortáveis, pois ampliamos o número de leitos”, avaliou. “Com essas medidas (restritivas), esperamos que a nossa capacidade de atendimento fique, inclusive, com certa folga”, completa a secretária.

Leia mais:

Brasileiro conta que futebol na Bielorrússia continua e presidente recomenda sauna e vodka