Goiânia adota revezamento 14 por 14 a partir de quarta-feira com abertura do comércio

Prefeitura definiu a abertura das atividades por 14 dias em acordo com representantes do Governo de Goiás e do setor produtivo

0
Atividades Goiânia
Coletiva de imprensa concedida no início da noite deste sábado. Foto: Reprodução / Rádio Bandeirantes Goiânia)

Após dias de reuniões e indefinição, a Prefeitura de Goiânia decidiu adotar o revezamento 14 por 14 dias, entre abertura e fechamento das atividades econômicas não essenciais. Na próxima quarta-feira (1º), todo comércio abre por 14 dias, já que nas últimas duas semanas, todo comércio não essencial esteve fechado na capital. Cogitava-se adotar o escalonamento regional, assim como Aparecida de Goiânia, porém, a medida não foi aderida pelo prefeito Rogério Cruz.

Nesta segunda e terça-feira (27 e 28), o comércio não essencial permanece fechado, em cumprimento do atual decreto em vigência na capital. A partir de quarta-feira, em conformidade com as datas estabelecidas pelo decreto estadual, Goiânia passa a adotar 14 dias de abertura. “Devemos cumprir rigorosamente os cuidados preventivos para reduzirmos os índices de contaminação e, quem sabe, manter nossa cidade aberta. Só com união vamos vencer este vírus”, ressaltou o prefeito Rogério Cruz.

Bares e restaurantes também têm autorização para funcionar, das 11h às 23h, com limite de 50% da capacidade. Shoppings também estão autorizados a abrir, das 10h às 22h. Já o comércio em geral, pode funcionar das 9h às 17h. Outro segmento que também está autorizado a funcionar é o de barbearias e salões de beleza, que poderão abrir entre 12h e 21h.


Leia mais: Secretário diz que Paço está dialogando com o Estado para definição de um novo decreto