30.8 C
Goiânia
sábado, 31, julho 2021
- Anúncio -

Gaeco deflagra operação contra suposta organização que teria atuado na Prefeitura de Itaberaí

A investigação apura desde a compra fictícia de combustíveis até a contratação de funcionários fantasmas e de empresa de fachada para realização de concursos públicos para o município.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de Goiás (MP-GO) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (06), a Operação Tanque Cheio, que visa comprovar a existência e desarticular uma suposta organização criminosa que teria atuado, durante os anos de 2013 a 2019, no âmbito da administração pública do município de Itaberaí. As Polícias Civil e Militar dão apoio à operação.

A operacionalização do grupo vai desde a compra fictícia de combustíveis até a contratação de funcionários fantasmas e de empresa de fachada para realização de concursos públicos para o município. Os crimes investigados vão de fraudes nas licitações referentes às referidas contratações até o desvio de verbas públicas municipais e a lavagem de capitais, bem como o crime de organização criminosa.

Agentes e membros cumprem 17 mandados de busca e apreensão. Conforme apontado em inquéritos civis em curso na 2ª Promotoria de Justiça da cidade de Itaberaí, os investigados teriam articulado um esquema diversificado de desvio de recursos públicos e de lavagem de capitais. Os mandados foram expedidos pelo juiz Alessandro Pereira Pacheco, titular da 2ª Vara Estadual de Combate às Organizações Criminosas.

*As informações estão sendo atualizadas


Leia mais: Mais 132.800 doses da AstraZeneca chegam em Goiás nesta sexta-feira, informa Caiado

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -