Fim do uso do canudo de plástico depende também de conscientização

0
Imagem: Divulgação

A capital Goiânia segue na esteira da aprovação de projetos de leis que têm a intenção de salvaguardar o meio ambiente.

O mais recente foi acatado por unanimidade na Câmara de Vereadores e tem a intenção proibir o uso de canudos de plástico por diversos comércios da capital.

Como alternativa é proposto o uso de materiais, como bambu, biodegradáveis ou comestíveis.

A indústria precisa se reinventar e adaptar-se a essa nova realidade. Já a população precisa de leis, mas principalmente de conscientização.

Para que o resultado na busca dessa mudança seja positivo, a presença da prefeitura de Goiânia, com programa educacionais e uma coleta seletiva forte, é indispensável neste processo.

Ouça o comentário de Rosane Kotoski no Jornal Primeira Hora desta segunda-feira, 20.

Rosane Kotoski comenta todos os dias no Jornal Primeira Horas, às 6h30