29.8 C
Goiânia
sexta-feira, 19, abril 2024
- Anúncio -

Ex-ministro Marcos Pontes é anunciado como o pré-candidato do presidente Bolsonaro ao Senado, em São Paulo

De acordo com Tarcísio, Pontes é uma pessoa humilde e, que agora, o time estaria completo com apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Ex-ministro do governo de Jair Bolsonaro (PL) e pré-candidato ao governo de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP) anunciou na manhã deste sábado (23) o nome do também ex-ministro Marcos Pontes (PL) para disputar a vaga ao Senado Federal na chapa, em outubro.

De acordo com Tarcísio, Pontes é uma pessoa humilde e, que agora, o time estaria completo com apoio do presidente da República, Jair Bolsonaro.

“Bom dia! Em Bauru, com Marcos Pontes anuncio que nosso 1º astronauta, o menino de origem humilde, que acreditou em um sonho e levou a bandeira do Brasil onde ela ainda não tinha chegado, vai alçar um novo voo. Será pré-candidato ao Senado Federal. Time Jair Bolsonaro completo!”, publicou.

Tarcísio de Freitas era conhecido pelos atores políticos como o principal ministro do governo federal. Discreto, ele não se envolvia em polêmica e, compenetrado, buscava sempre tomar decisões técnicas e pouco políticas, o que acabou fomentando respeito até da oposição à gestão Bolsonaro.

Marcos Pontes tem 59 anos de idade, é oficial da Aeronáutica e esteve à frente do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações de 2019 a 2022, quando deixou o cargo para cumprir a legislação eleitoral que pede a desincompatibilidade para os que pretendem disputar a eleição.

O apresentador da TV Bandeirantes José Luiz Datena liderava as pesquisas na corrida ao Senado, no estado de São Paulo, contudo ele acabou desistindo do pleito. Em Pesquisa da Quaest Consultoria, contratada pela Genial Investimentos e divulgada no dia 7 de julho, aponta o ex-governador de São Paulo Márcio França (PSB) na liderança da disputa com 27% das intenções de voto.

O ex-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) Paulo Skaf (Republicanos) aparece com 13%, e a deputada federal Carla Zambelli (PL) tem 9%.

Já a deputada estadual Janaina Paschoal (PRTB) registrou 7%, e o vereador Milton Leite (União Brasil), 5%. Considerando a margem de erro, os dois empatam entre si e com Zambelli, mas não com Skaf.

Cientista político ouvido pela Bandeirantes afirma que é possível que Marcos Pontes brigue pelos votos da direita, ou seja, fragmentará ainda mais a votação dos candidatos desse viés político.


Leia mais: Izaura Cardoso pode ser candidata à deputada federal

- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -