Em estreia pela Série A do Brasileiro, Goiás perde para Athletico/PR em jogo fora de casa

0
Imagem: Robson Mafra

O Goiás fez sua estreia na Série A do Campeonato Brasileiro na noite desta quarta-feira,12, diante da equipe do Atlhetico/PR, na Arena da Baixada, em Curitiba. O jogo foi válido pela segunda rodada da competição.

Com o resultado, o Furacão agora soma seis pontos na tabela de classificação e figura entre os primeiros colocados com 100% de aproveitamento. O Esmeraldino, que fez sua estreia nesta noite, segue sem pontuar.

O Goiás enfrenta o Palmeiras na próxima rodada. O jogo está marcado para sábado, às 21h30, na Arena Palmeiras. Já o Athletico enfrenta o Santos na terceira rodada. A partida será no domingo, às 19h45, na Vila Belmiro.

No primeiro tempo o Furacão comandou todas as ações do jogo. Aos 16 minutos, Vitinho fez bela jogada e bateu firme, mas parou na grande defesa de Marcelo Rangel. Já aos 31, o arqueiro não pode fazer nada para evitar o golaço do atacante rubro-negro.

15 minutos depois, Vitinho apareceu de novo para finalizar, dessa vez em uma cabeçada, que acertou a trave. Contudo, logo na primeira descida dos visitantes, já aos 55, a bola bateu na mão de Thiago Heleno e o árbitro sinalizou pênalti. Na cobrança, Daniel Bessa converteu e empatou.

Já na segunda etapa, a partida ficou mais equilibrada, com as duas equipes buscando o ataque. No entanto, o Furacão voltou a se impor na reta final. Com isso, aos 30 minutos, Carlos Eduardo aproveitou um bom passe de Vitinho, que salvou a saída de bola, e completou para o fundo das redes, definindo o triunfo dos mandantes.

ATHLETICO-PR 2 x 1 GOIÁS

Data: 12 de agosto de 2020, quarta-feira
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)
VAR: Wagner Reway (PB)
Cartões amarelos: Jonathan, Thiago Heleno e Lucas Halter (Athletico-PR); Daniel Bessa, Rafael Vaz e Victor Andrade (Goiás)

GOLS: Vitinho, aos 31 do 1ºT, e Carlos Eduardo, aos 30 do 2ºT (Athletico-PR); Daniel Bessa, aos 57 do 1º T (Goiás)

ATHLETICO: Santos, Jonathan, Thiago Heleno, Lucas Halter e Abner; Wellington, Canesin (Léo Cittadini) e Marquinhos Gabriel (Richard); Vitinho (Geuvânio), Nikão e Vinicius Mingotti (Carlos Eduardo).
Técnico: Dorival Júnior

GOIÁS: Marcelo Rangel; Yago Rocha (Juan Pintado), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Heron; Breno, Luiz Gustavo (Miguel Figueira) e Daniel Bessa e Thalles (Douglas Baggio); Vinícius Lopes (Zeca) e Victor Andrade
Técnico: Ney Franco