Dra. Cristina ganha direito de indicar o próprio vice; comerciante Sadala Jorge foi escolhido

O vice escolhido em convenção partidária, coronel Luiz Rosa (PL), desistiu da candidatura junto com Dra. Cristina para concorrer ao cargo de vereador por Goiânia.

0
Vereadora Dra. Cristina Lopes
A candidata entrou com uma ação, na qual conseguiu fazer a própria indicação. (Foto: Reprodução)

A candidata à Prefeitura de Goiânia Dra. Cristina (PL) indicou nesta quinta-feira (05), o empresário Sadala Jorge (PL) como vice para compor a chapa. A indicação ocorreu após decisão inédita do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), na qual o juiz Vicente Lopes entendeu que a escolha do vice prestigia a convenção partidária. Todos os embargos de declaração interpostos pelo MDB foram rejeitados por unanimidade, o que configura a vitória da candidatura de Dra. Cristina.

Sadala Jorge é comerciante em Goiânia. (Foto: Reprodução / Facebook)

O vice escolhido em convenção partidária, coronel Luiz Rosa (PL), desistiu da candidatura junto com Dra. Cristina para concorrer ao cargo de vereador por Goiânia. Por isso, na semana passada, veio a decisão que indeferiu o registro de candidato da vereadora. Em seguida, a candidata entrou com uma ação, na qual conseguiu fazer a própria indicação.

A candidata, que é vereadora de Goiânia há oito anos, comemorou a decisão na tribuna da Câmara, dizendo que a vitória é da democracia brasileira “e acena com dias melhores para a mulher na política”. “Essa decisão indica uma mudança na Justiça, preservando a cidadania democrática e combatendo o coronelismo político. Ela revela respeito pelo eleitorado e nos possibilita uma nova forma de fazer política, sem conchavos e maracutaias que sirvam apenas a interesses particulares”, afirma.

Nas redes sociais, a candidata também exaltou o papel da mulher na política.


Leia mais: Gustavo Mendanha tira licença de 10 dias e reforça campanha de Maguito com aliados