Dois casos de Sarampo são confirmados em Goiânia

0
374
(Foto: Reprodução)

Um homem de 45 anos e o filho dele, um bebê de apenas um mês tiveram os dois casos de Sarampo confirmados em Goiânia. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os dois receberam tratamento, passam bem e não correm riscos de transmitir a doença.

A superintendente de vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, informou que o homem veio de São Paulo, local em que está havendo grande proliferação da doença.

“Em Goiânia não tínhamos caso desde 1998. O primeiro caso nós havíamos acompanhado como fortemente suspeito. Fizemos a investigação e nos levou a confirmar o Sarampo. Fizemos os exames e as contraprovas 15 dias depois. O segundo caso foi um contato, por isso, a vacinação é importante”, declarou Flúvia.

Outros casos                      

Ao todo foram notificados 20 casos em Goiânia. 10 ainda estão em investigação e outros oito foram descartados.

Abastecimento das unidades.

Flávia Amorim explicou que em Goiânia há vacinas suficientes na Rede Municipal de Saúde. Por mês, a prefeitura recebe de 2,5 mil a 3,5 mil doses.

 “Todas as nossas salas estão abastecidas. A distribuição está regular, o que pode acontecer: nós estávamos vacinando cerca de 1,5 mil pessoas por mês. Aumentou a procura. A orientação as unidades é que se as vacinas estiverem próximas de acabar para solicitar novas doses”, afirmou.

Em Goiânia são 68 salas de vacinação disponíveis:

“Haverá ainda uma mudança de estratégia na vacinação com as crianças. Serão três doses a serem aplicadas. Uma logo aos seis meses de vida, outra com 1 ano e a última com 1 ano e 3 meses. Adultos precisam tomar duas doses. Se não tiver cartão de vacinação é preciso procurar as unidades. Há um sistema que é possível identificar o histórico de vacinação do paciente” destacou.

Goiás

Com os dois casos confirmados de Goiânia, em todo o estado já foram confirmados dois casos de Sarampo. O primeiro foi registrado em Alto Paraíso de Goiás.