Déficit habitacional em Goiás é de 150 mil moradias

0

Em entrevista à Rádio Bandeirantes Goiânia na manhã desta quinta-feira,4, o presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Eurípedes José do Carmo, disse que o Governo de Goiás tem trabalhado para manter programas de moradias populares, mas que para isso precisa da ajuda do Governo Federal.

Segundo o presidente da Agehab, neste momento, não há nenhum programa voltado para famílias de baixa renda. Ele destacou que “o Governo Federal suspendeu” e o Estado aguarda liberação de recursos para a chama faixa 1 – famílias que pagam o financiamento dos imóveis com prestações entre R$ 80 e R$ 180.

Presidente da Agehab , Eurípedes José do Carmo , concedeu entrevista à Rádio Bandeirantes Goiânia

“Esperamos que o Governo Federal viabilize novos recursos, há , inclusive, uma promessa para isso”, destacou o presidente da Agehab durante a entrevista.

Eurípedes José do Carmo pontuou que cerca de cinco mil moradias devem ser entregues pelo governo ainda nesta gestão, mas alertou que o déficit habitacional em Goiás é de 150 mil moradias.