Coronavírus: aviões da FAB decolam para buscar brasileiros na China

0
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Os aviões que irão buscar os brasileiros na China, país onde a epidemia do novo coronavírus começou, já decolaram rumo ao destino. Segundo o Ministério da Defesa, as aeronaves deixaram a Base Aérea de Brasília por volta do meio-dia desta quarta-feira (5).

No total, o governo vai repatriar 34 brasileiros, mas o número pode aumentar até sexta-feira, data prevista para chegada na China. A previsão é que o retorno seja imediato, como indicou secretário de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Marcelo Kanitz Damasceno.

Os dois aviões VC-2, de modelo Embraer 190, têm capacidade para 30 passageiros cada, fora as equipes de médicas e tripulação de 11 militares. Acompanharam a decolagem o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e o Comandante da Aeronáutica, Tenente Bridadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.

Em cada aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), irão tripulantes e sete médicos, sendo seis militares e um infectologista especialista em epidemias do Ministério da Saúde. Além disso, haverá um cinegrafista da Empresa Brasil de Comunicação.

Os 34 passageiros serão divididos entre as duas aeronaves, para minimizar riscos de infecção. O médicos também devem se revezar a cada 3 horas no contato com os passageiros a bordo.

Leia mais:

Projeto com medidas de contenção do coronavírus no Brasil é aprovada na Câmara