30.8 C
Goiânia
sábado, 31, julho 2021
- Anúncio -

Cerca de 1,5 mil idosos não foram receber a segunda dose contra a Covid-19 em Goiânia

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia acredita que alguns idosos tenham recebido doses em cidades diferentes.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Cerca de 1.500 idosos não compareceram para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19 em Goiânia. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a maioria destes tem entre 60 e 69 anos. “A gente sabe que alguns idosos podem ter feito segunda dose em outros municípios, mas no momento só temos acesso aos dados de Goiânia”, explica Grécia Pessoni, diretora de vigilância epidemiológica da capital.

De acordo com a Saúde municipal, dados já foram solicitados junto a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO). Com o fornecimento dos dados, será possível localizar idosos que, por ventura, tenham recebido doses em cidades diferentes. “É uma orientação do Ministério [da Saúde], que a pessoa faça sua segunda dose onde ela já fez a primeira. Se a gente abre segundas doses a mais que a primeira, quem recebeu a primeira dose em um local pode ficar sem a segunda”, diz Grécia.

De acordo com a diretora, também há registros de pessoas que receberam apenas a segunda dose contra a Covid-19 em Goiânia. “Principalmente os municípios do interior só fazem a segunda dose em um paciente que tomou a primeira lá, até porque como é uma população menor, eles tem um rigor maior. Aqui em Goiânia, para não deixar o paciente ir embora sem o atendimento, a gente acaba fazendo”, pontua.

Reação da vacina

Entre os motivos que levam as pessoas a não buscarem o reforço dos imunizantes são as fake news e possíveis reações adversas, como dores pelo corpo ou incômodo. Segundo Grécia Pessoni, as vacinas que dão mais reações, estimulam mais o sistema imunológico, e não causando mal ao paciente. “É normal que ele [nosso corpo] reaja. Estamos recebendo algo estranho no nosso corpo”, sublinha.

Até o momento, Goiânia já aplicou 722.325 mil doses de vacinas. Destas, 508.564 receberam a primeira dose e 213.761 já receberam o reforço. Até está quinta-feira (17), 29,2% da população goianiense já recebeu a primeira dose e 14,1% pode-se considerar imunizada com duas aplicações.

Ouça a entrevista completa com a diretora de vigilância epidemiológica de Goiânia, Grécia Pessoni:

Balanço Vacinação Goiânia – atualização 18/06/21 (7h30)

Doses aplicadas até 17/06/2021

Primeira Dose

– Trabalhadores da Saúde: 102.014

– Segurança e Salvamento: 8.711

– Pessoas com comorbidades: 100.218

– Idosos institucionalizados: 831

– Idosos acamados: 3.341

– Demais idosos (a partir de 60 anos): 202.119

– Total de idosos: 206.291

– Trabalhadores da Educação: 24.589

– Pessoas em situação de rua: 150

– População Privada de Liberdade: 16

– Trabalhadores do transporte aéreo: 1.455

– População Geral: 64.176

– Gestantes: 902

– Caminhoneiros: 42

Total Primeira Dose: 508.564

Segunda Dose

– Trabalhadores da Saúde: 57.943

– Segurança e Salvamento: 1.299

– Idosos institucionalizados: 789

– Idosos acamados: 3.038

– Demais idosos (a partir de 60 anos): 150.548

– Total de idosos: 154.375

– Pessoas com comorbidades: 94

– Trabalhadores da Educação: 20

– População Geral: 30

Total Segunda Dose: 213.761

Total geral da vacinação: 722.325

Porcentagem vacinados

Primeira dose: 29,2%

Segunda dose: 14,1%


Leia mais: Aparecida já aplicou a primeira dose da vacina contra a covid-19 em 33% da população adulta

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -