Câmara aprova, em primeira votação, a possibilidade de Maguito tomar posse de forma virtual

O requerimento 13/2020, altera o Regimento Interno da Casa e permite a posse remota por conta da pandemia da covid-19.

0
Maguito Vilela posse virtual em Goiânia
A proposta foi assinada pelo vereador Andrey Azeredo (MDB) e votada em sessão plenária nesta terça-feira (29). (Foto: Divulgação)

Vereadores de Goiânia aprovaram em primeira votação na Câmara Municipal, a possibilidade de vereadores, prefeito e vice-prefeito tomarem posse no próximo dia 1º de janeiro, de forma virtual. A proposta foi assinada pelo vereador Andrey Azeredo (MDB) e votada em sessão plenária nesta terça-feira (29). O requerimento 13/2020, altera o Regimento Interno da Casa e permite a posse remota por conta da pandemia da covid-19.

“Gostaria de parabenizar a emenda, porque acho justo quem venceu nas urnas ter o direito de tomar posse já que a tecnologia nos oferece essa oportunidade”, disse o vereador Paulo Magalhães (DEM), após apresentação de Azeredo. Caso seja aprovado em segunda votação, o prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB) que, está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, poderá assumir o cargo formalmente de forma virtual.

De acordo com o texto do projeto, o vereador, prefeito e vice-prefeito que escolher tomar posse de forma virtual “deverá assinar o Livro de Termo de Posse ou instrumento equivalente depois de findado o prazo de afastamento estipulado” por uma atestado médico.


Leia mais: 17,1% dos goianienses não pretendem se vacinar contra a covid-19; 51,2% são contra a obrigatoriedade