27.8 C
Goiânia
terça-feira, 24, maio 2022
- Anúncio -

Brasil tem mais de mil mortes por coronavírus e 19.638 casos confirmados

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Subiu de 941 para 1.056 o número de mortos por coronavírus no Brasil; são 133 óbitos em 24 horas, a maior alta diária desde o início da contagem. O Ministério da Saúde confirma ainda 19.638 casos em território nacional, um adicional de 1.781 notificações em todo o País. A taxa de letalidade da doença subiu de 4,4% para 5,4% entre segunda (6) e hoje.

O estado de São Paulo ainda concentra o maior número de casos (8.216) e de mortes (540). O Rio de Janeiro vem em segundo lugar, com 2.464 casos e 147 mortes. Na Região Norte, o Amazonas concentra o maior número de casos, com 981, além de 50 mortes.

No Nordeste, o Ceará se destaca, com 1.478 casos e 58 mortes. No Centro-Oeste, o Distrito Federal tem o maior número de casos, muito à frente dos demais, com 555 casos e 17 mortes. Os estados do Sul do país apresentam números de casos mais próximos. Santa Catarina é o estado da região com mais casos, 693, e o Rio Grande do Sul com menos casos, 636.

Em Goiás

O boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) no início da tarde desta sexta-feira (10), informou que há 191 casos de doença pelo coronavírus (Covid-19) confirmados em Goiás. Destes, há oito óbitos, cinco em Goiânia e um em Luziânia, um em Pires do Rio e Goiandira.

De acordo com a secretaria, já foram descartados 16 mortes pelo coronavírus, sendo um Águas Lindas de Goiás, Bela Vista de Goiás (um), Caldas Novas (um), Goiânia (seis), Inhumas (um), Iporá (um), Luziânia (um), Mineiros (um), São Luís dos Montes Belos  (um), Senador Canedo (um) e Valparaíso de Goiás (um).No Estado, existem 3.420 casos suspeitos em investigação. Outros 1.489 já foram descartados.

Leia mais:

Goiânia pode ter oito mil infectados no início de maio, diz secretária

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -