Avião ucraniano cai no Irã e mata 176 pessoas

0
Foto: Reprodução/ Flickr

Um avião que levava 176 passageiros caiu logo depois de decolar perto do aeroporto de Teerã, capital do Irã, nesta quarta-feira, 8. Não há sobreviventes. O Boieng 737 saiu do aeroporto Imam Khomeini e tinha com destino final o Aeroporto Internacional Boryspir, em Kiev, na Ucrânia.

O acidente ocorre poucas horas depois de forças iranianas terem disparado uma dúzia de mísseis contra duas bases aéreas dos Estados Unidos no Iraque. Não há confirmação de feridos ou mortos nesse ataque que foi reivindicado pela Guarda Revolucionária do Irã como forma de retaliação pela morte do general iraniano Qassem Soleimani.

Ainda não há informações sobre relação entre o lançamento dos mísseis e a queda do avião. A embaixada da Ucrânia chegou a divulgar uma nota dizendo que, segundo informações preliminares, estava descartada a relação da queda da aeronave com terrorismo ou com os disparos de foguetes e que ela teria sido provocada por problemas técnicos no motor.  Mais tarde, uma nova nota destacou que as causas estão sendo esclarecidas.

O avião fazia parte da frota da Ukraine International Airlines.

De acordo com o ministro de relações exteriores da Ucrânia, Vadym Prystaiko, os 176 passageiros mortos na tragédias eram de nove nacionalidades: 82 eram do Irã, 63 do Canadá, 2 passageiros e 9 tripulantes da Ucrânia, 4 passageiros do Afeganistão, 10 da Suécia, passageiros, 3 do Reino Unido e outros 3 do Reino Unido.

Leia mais:

Ataque dos EUA mata chefe da Guarda Revolucionária do Irã

Avião cai no Cazaquistão e deixa 12 mortos