23.8 C
Goiânia
sexta-feira, 19, abril 2024
- Anúncio -

Atlético-GO empata com o Furacão em casa e praticamente vê rebaixamento ser consolidado

Dragão fica numa situação complicada e terá que fazer o improvável para escapar do rebaixamento.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
O Atlético Goianiense empatou em 1×1 com o Athletico/PR, nesta quarta-feira (9), pela 37° rodada da Série A, em partida realizada no estádio Antônio Accioly. O Dragão fez uma boa partida, saiu na frente do placar, mas acabou levando o empate e se complicou na Série A. O Dragão agora está virtualmente rebaixado, terá que vencer o América/MG na última rodada, torcer para que o Cuiabá perca os seus dois jogos, e ainda tentar uma enorme diferença de gols, que atualmente é nove.


Shaylon marcou para o Dragão e Terans empatou para o Athletico/PR. Na próxima rodada o Atlético irá encarar o América/MG, no domingo (13), às 16h, na Arena Independência. Já o Furacão encara o Botafogo, também no mesmo dia e horário, na Arena da Baixada.

Como fica?

O Atlético agora terá que vencer o seu último compromisso diante o América/MG e torcer para que o Cuiabá seja derrotado para o Atlético/MG, nesta quarta (10), no Mineirão, e na última rodada, para o Coritiba, na Arena Pantanal. Além disso, o Dragão terá que tirar uma diferença de nove gols de saldo, atualmente, para passar o Dourado neste cenário.


Ficha técnica
Atlético-GO 1×1 Athletico
37ª rodada da Série A
Data: 9 de novembro de 2022
Horário: 21h30
Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa/RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (Fifa/RS)

Gols: Shaylon (7′ 2T) – (ACG), Terans (15′ 2T) – (CAP)
Atlético-GO: Diego Loureiro; Dudu (Edson Fernando), Lucas Gazal, Wanderson (Klaus) e Jefferson (Jorginho); Willian Maranhão (Marlon Freitas), Gabriel Baralhas e Wellington Rato; Airton, Churín e Shaylon.
Técnico: Eduardo Souza.
Athletico: Bento; Khellven, Pedro Henrique (Nicolas Hernández), Matheus Felipe e Abner; Fernandinho, Erick e Cuello (Alex Santana); David Terans, Pablo (Vitor Roque) e Vitinho (Rômulo).
Técnico: Luiz Felipe Scolari.
- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -