“Aqui em Goiás, em briga de marido e mulher nós metemos a algema”, diz Caiado na Acieg

A Acieg lançou nesta quarta-feira o programa Todos Por Elas, de combate a violência contra a mulher com foco nas empresas.

0
Todos Por Elas Acieg
As empresas que escolherem participar do programa ganharão certificados com selo de aliada no combate ao feminicídio. (Foto: Reprodução / Secom Goiás)

Durante o lançamento da campanha Todos Por Elas, da Associação Comercial, Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg), o governador Ronaldo Caiado (DEM), disse que, “Aqui em Goiás, em briga de marido e mulher nós metemos a algema”. A declaração veio após a ministra da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves que, também marcou presença de forma virtual, dizer que “em briga de marido e mulher, se mete a colher sim”, comentou a ministra.

A primeira-dama Gracinha Caiado, citou números referentes ao combate da violência contra a mulher em Goiás. “Entre agosto de 2019 e janeiro de 2021, as Forças de Segurança Pública realizaram cinco operações policiais que tiveram como alvo pessoas acusadas de violência sexual e crimes relacionados a Lei Maria da Penha. Foram 459 violentadores que foram retirados das ruas”, ressaltou Gracinha.

Em 2020, foi criado o Batalhão Maria da Penha que, tem como foco, o cumprimento da lei de mesmo nome. Já foram realizados mais de 2 mil acompanhamentos de medidas protetivas, averiguações de denúncias e apoio policial, revelou a primeira-dama que elogiou a iniciativa privada. “Precisamos mudar essa cultura de violência contra a mulher”, disse.

O projeto

De acordo com a Acieg, a iniciativa que, tem como foco as empresas, foi desenvolvida com intuito de ser educativa, contendo vídeos e conteúdos interativos para capacitar e fomentar o debate sobre a violência contra a mulher. A ação visa fazer das empresas aliadas não somente no combate à violência de gênero, como também fomentadoras na quebra de comportamentos que discriminam e excluem o corpo feminino no ambiente de trabalho.

As empresas que escolherem participar do programa ganharão certificados com selo de aliada no combate ao feminicídio. O certificado é emitido pela Acieg após todos os funcionários da empresa terem concluído o curso disponibilizado em uma plataforma. A vice-presidente da Acieg, Marisa Elena de Melo, destaca a importância da iniciativa.  “Enxergo o setor produtivo como aliado para desmistificar os preconceitos e os estereótipos ligados à mulher”, pontua.

Durante o discurso, o governador Ronaldo Caiado disse que até pouco tempo, havia um silêncio conivente e uma seletividade na aplicação das leis, dependendo da condição de quem praticava a violência. “Hoje esse tumor foi lancetado, e independente de condição social, econômica ou financeira, essas pessoas hoje não tem guarida”, diz. De acordo com Caiado, a segurança da população é responsabilidade do governador.


Leia mais: Presidente do TJGO suspende liminar que proibia vacinação de profissionais da segurança pública