19.8 C
Goiânia
terça-feira, 9, agosto 2022
- Anúncio -

Após encontro, prefeito decide semana que vem sobre novas medidas em Goiânia

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Na volta ao trabalho presencial, após isolamento devido à infecção da covid-19, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), recebeu nesta sexta-feira (14) representantes do segmento de eventos para apresentar ao setor um panorama da saúde do município.

Segundo o gestor municipal, é necessário um estudo — e foi pedido aos produtores — para que o chefe do Executivo possa tomar medidas de combate à pandemia da covid-19 sem afetar e prejudicar os trabalhadores desta área.

“Nós sabemos e reconhecemos o quanto é importante estarmos alinhados e preocupados com as pessoas, com os cidadãos, com os trabalhadores, mas também com a responsasibilidade da saúde pública. Esta é nossa preocupação, nós mostramos para eles e agora estamos aguardando uma próxima reunião na próxima segunda-feira”, disse Rogério.

De acordo com a prefeitura, esses dados levantados pelo segmento vão subsidiar a construção de um novo dispositivo, com regras que garantam a continuidade das atividades na capital e com a devida atenção que a saúde pública municipal exige.

Outras prefeituras estão tomando decisões para enfrentar esse aumento da covid-19. A prefeitura da Cidade de Goiás, por exemplo, publicou novo decreto na última terça-feira (11) com novas restrições para atividades econômicas e eventos em locais públicos e privados, além da implantação do “toque de consciência”, ou seja, a proibição das pessoas nas ruas da cidade entre 1h e 6h da manhã.

Já em Jaraguá, a prefeitura publicou um novo decreto com medidas restritivas para prevenir a propagação da covid-19, bem como doenças infectocontagiosas, como Influenza. O novo documento suspendeu todas as festividades relacionadas ao Carnaval, assim como qualquer tipo de evento, incluindo festas e shows, pelos próximos 30 dias.

Desde o fim de dezembro de 2021 há um crescimento de casos de covid-19 em todo o estado de Goiás. O número de pessoas infectadas com a influenza e dengue também cresceu vertiginosamente e, por isso, aumenta a procura de atendimento nas unidades de saúde dos municípios em todo o estado.

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -