Após decreto, veja como ficam as aulas nas redes municipais de Goiânia e região metropolitana

0
Foto: Divulgação/ Prefeitura de Goiânia

Em documento publicado neste domingo, e assinado pelo secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), determinou a paralisação das aulas, em todos os níveis educacionais, públicos e privados no Estado. Segundo a norma, as atividades devem ser interrompidas por 15 dias, preferencialmente a partir desta segunda-feira, 16, com tolerância máxima até quarta-feira, 18.

A paralisação pode ser prorrogada de acordo com a da avaliação da autoridade sanitária do Estado. Apesar da norma divulgada, cada Secretaria Municipal de Educação e redes de ensino ainda decidem sobre a data de paralisação

Confira as decisões da pastas municipais de educação e saúde em Goiânia e Região Metropolitana:

Goiânia

Em Goiânia, a prefeitura informou que as aulas nas unidades de Educação Infantil e Fundamental do Município de Goiânia serão suspensas pelos próximos 15 dias, a partir desta terça-feira (17). Segundo nota divulgada à imprensa, a medida atende o protocolo instituído pelo Governo Estadual de prevenção à disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo a prefeitura, também nesta segunda-feira o prefeito Iris Rezende vai se reunir com os secretários da Saúde, da Educação e titulares de demais pastas diretamente envolvidas, quando será avaliada a nota técnica do Estado.

Aparecida de Goiânia

Em Aparecida de Goiânia, a Secretaria de Educação informou por meio de nota do prefeito em exercício, Veter Martins, a suspensão das aulas na rede municipal de ensino por 15 dias a partir de 17 de março de 2020.

Anteriormente a decisão era que as aulas devem acontecer normalmente nesta segunda-feira em todas as unidades da Rede Municipal de Ensino. A pasta também informou que vai ser reunir Comitê de Prevenção e Combate ao Coronavírus do município, para avaliar a Nota Técnica emitida pela Secretaria Estadual de Saúde determinando a paralisação das atividades escolares.

Trindade

Já a Prefeitura de Trindade, que no domingo (15) informou as aulas na rede municipal de ensino aconteceriam normalmente nesta segunda-feira, mudou a posição e afirmou que as aulas já estarão suspensas a partir de hoje por período indeterminado.

Anápolis

Em Anápolis, a Secretaria Municipal de Educação, informou que as aulas da rede pública e privada no município serão suspensas a partir de quarta-feira, dia 18 de março, por período de 15 dias. As unidades da rede municipal de Educação funcionarão normalmente nestas segunda e terça-feira para que todos os responsáveis pelos alunos consigam tomar conhecimento da medida e se organizar para a mudança de rotina.

Escolas particulares

O Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino de Goiânia (SEPE-GO), informou, por meio de nota, que cumprirá as determinações da Nota Técnica da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás, ou seja, a suspensão das aulas. Foi informado ainda que as escolas não deixarão a comunidade vão estar abertas a partir de segunda-feira com atividades de planejamento, com professores, coordenadores e auxiliares, porém não serão ministradas aulas.

Universidades

A Reitoria da Universidade Federal de Goiás resolve suspender as aulas presenciais dos cursos de graduação, pós-graduação e do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (CEPAE) pelo período de 15 dias, a contar do dia 16 de março de 2020.

Por meio de comunicado, divulgado neste domingo (15),  a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) informou a suspenção as aulas presenciais por 15 dias.

Home Office

O decreto orientou ainda aos órgãos da administração direta e indireta, empresas públicas, privadas e do terceiro setor, a avaliação imediata da possibilidade de realização de teletrabalho, ou seja, home office, em todas as áreas com perfil administrativo.

*Atualizada às 12h25

Leia mais:

Caiado confirma quarto caso de coronavírus em Goiás