8.8 C
Goiânia
sexta-feira, 20, maio 2022
- Anúncio -

Após decisão que reconhece inocência de Marconi Perillo, este convoca coletiva de imprensa para próxima segunda-feira

A possíbilidade de ele sair candidato a deputado federal é a mais remota

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) concede coletiva de imprensa na manhã da próxima segunda-feira (16), em um hotel do Centro de Goiânia.

Nos bastidores da política, criou-se um clima de que o tucano poderá dizer qual será seu destino nesse pleito de 2022, se tentará disputar o governo de Goiás ou se buscará mesmo a única vaga ao Senado Federal. A possíbilidade de ele sair candidato a deputado federal é a mais remota.

A Bandeirantes apurou que o ex-governador pretende falar de sua inocência em relação à Operação Cash Delivery, que após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), com a desistência da Procuradoria-Geral da República (PGR) de recorrer, corrobora com a tese da defesa do tucano de que ele é inocente.

A decisão deve ser comentada pelo ex-governador nessa conversas com os jornalistas já que doravante ele se torna elegível perante o sistema eleitoral brasileiro podendo, portanto, disputar a eleição de outubro de 2022.

Desde o início da operação, quando até chegou a ser preso em 2018, Marconi afirmava sua inocência e assoprava que estava sendo ‘perseguido’. Sua defesa disse que o STF reconheceu o que vinha sendo mostrado, isot é, que o político era inocente.

”O ciente do PGR acerca da decisão proferida pelo STF que acarretou na extinção da Operação Cash Delivery, o que, sem dúvida, é o reconhecimento do que sustentamos e que o STF reconheceu a respeito da manipulação dos fatos para retirar o ex-governador Marconi Perillo, então candidato ao senado”, afirmou.


Leia mais: Goiás ocupa sétima menor taxa de desemprego do país, diz IBGE

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -