Alô Adolfo… Alô Adolfo…

Uma vida marcada pela irreverência, capacidade de improviso, e principalmente, o talento

0
Última foto de Adolfo Campos. Imagem: Feras do Esporte / Rádio Bandeirantes

O comunicador gente como você. Este era o slogan, mas mais do que isso, o jeito de Adolfo Campos. Desde muito jovem no rádio e na TV, ele foi repórter, apresentador e comentarista nos mais renomados e importantes veículos de comunicação de Goiás. Infelizmente, esta bela trajetória chegou ao fim na madrugada desta quinta-feira (8). O infarto fulminante enquanto dormia pôs fim à vida de um dos mais importantes comunicadores de nosso Estado.

Trabalhador que era. Adolfo Campos comandou a jornada das Feras do Esporte na Rádio Bandeirantes 820 na noite desta quarta-feira (7). Com o carisma e irreverência de sempre, ele ficou no ar até uma hora da manhã. Foi pra casa, dormiu e descansou.

Adolfo Campos durante a última jornada de sua carreira. Imagem: Feras do Esporte / Rádio Bandeirantes

Natural de São Luís de Montes Belos, Adolfo Campos veio para Goiânia ainda muito jovem. Aos 18 anos estreava no rádio. Com 21 já estava na TV. Rádio e TV Anhanguera, Rádio Brasil Central, Rádio Difusora, Rádio K do Brasil, Rádio Jornal Bandeirantes e TV Serra Dourada foram algumas das casas profissionais que o abrigaram ao longo de mais de 40 anos de atuação na comunicação.

Atualmente, Adolfo Campos trabalhava nas Feras do Esporte, na Rádio Bandeirantes. Ele também estava nas telinhas da TV Serra Dourada e TV Gazeta.

Adolfo Campos rodou o mundo graças a seu talento. Cobrindo os eventos mais importantes do mundo, o comunicador montebelense conheceu vários países, grandes cidades e participou de transmissões históricas, como aquelas da Copa do Mundo de 1990 na Itália.

O cronista nunca escondeu nem negou os preferidos de seu coração. O amor pelo Vila Nova, e também, pelo Botafogo, sempre foi ressaltado ao longo da carreira.

O radialista era viúvo. Ele havia perdido a esposa Denise em um acidente automobilístico em maio de 2013. Ele deixa o filho, Adolfo Neto, e os enteados Paulo e André. O enterro está marcado para às 17h30, no Complexo Vale do Cerrado, em Goiânia.

Alô Goiânia. Alô Goiás. Alô Brasil… Alô Adolfo! Vá em paz!