14.8 C
Goiânia
domingo, 26, junho 2022
- Anúncio -

A partir de agora, a aferição da temperatura corporal passa a ser opcional, em Goiânia

Nota Técnica foi publicada nesta segunda-feira

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

A partir desta terça-feira (26), a aferição da temperatura corporal em locais públicos e privados de Goiânia passa a ser opcional.

A decisão foi da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) que em Nota Técnica publicada nesta segunda-feira (25) decidiu com base nos indicadores epidemiológicos favoráveis neste momento.

O documento foi elaborado pela Superintendência de Vigilância em Saúde da SMS e com base na Nota Técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e explica que os estabelecimentos terão a opção para a aferição.

“As atividades essenciais e não essenciais (públicas e privadas) poderão facultativamente adotar a aferição da temperatura corporal em seus estabelecimentos, porém a aferição da temperatura não se constitui como recomendação, tampouco obrigatoriedade para triagem”, diz trecho do documento.

Ainda de acordo com a Nota Técnica, os protocolos, ainda assim, de segurança devem seguir reforçados de acordo com o decreto em vigência.

“Pois visam evitar a transmissão do vírus, com orientação clara e constante aos consumidores, clientes, trabalhadores, proprietários e demais pessoas sobre as formas de prevenção, sobretudo a recomendação de que permaneçam em casa se houver qualquer suspeita de síndrome gripal”, pontua.

Segundo o superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, Yves Mauro Ternes, a decisão pela não obrigatoriedade considera aspectos ainda importantes do cenário da pandemia.

“No atual contexto, a aferição tem efetividade científica incerta, já que nem todos os infectados com a Covid-19 vão apresentar febre e, ainda, durante o período de incubação ou quando se está fazendo uso de antitérmicos, eles podem não ser detectados”, esclarece.

Atualmente, Goiânia tem mantido a vacinação na população contra a covid-19 com celeridade e imuniza, no momento, as pessoas a partir de 18 anos de idade. Há — também — grupos que recebem segunda e dose de reforço do imunizante.


Leia mais: Suspeito de crime sexual, prefeito de São Simão é cassado pela Câmara

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -