33.8 C
Goiânia
sexta-feira, 24, setembro 2021
- Anúncio -

Wagner Lopes vê Vila pronto para final do Goianão: “os ajustes foram feitos”

Treinador garante equipe treinada e bem preparada para o jogo que pode encerrar um jejum de 15 ano sem levantar uma taça estadual

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

O Vila Nova pode encerrar um jejum de 15 anos sem título estadual nesse domingo (23). Diante do Grêmio Anápolis, pelo jogo de volta da final, o Tigre pode voltar a levantar uma taça de Goiano, para isso será necessário vencer o adversário anapolino, seja nos 90 minutos ou nas cobranças de penalidade.

Com a semana completa de treinamentos realidade, o técnico Wagner Lopes avalia que seu time está preparado para o confronto decisivo:

“Temos que impor nosso ritmo e nossa vontade. Já conhecemos o Grêmio (Anápolis), sabemos que eles têm qualidade, é um time que endurece muito jogo e tem muita competência no que se propõe a fazer, mas vamos procurar fazer o nosso melhor. Os ajustes foram feitos, nossos jogadores estão treinados e preparados para o jogo”.

Um problema de última hora pode ter surgido para o treinador. Alan Mineiro sofreu com dores na panturrilha direita a semana toda e se apresenta como dúvida para o duelo. Wagner comenta: “Esperamos que não seja nada esse desconforto do Alan. Estamos acompanhando a evolução dele e contamos com a presença dele. É claro que precisamos ter um plano B e estarmos preparados para qualquer situação que aconteça, mas até o momento contamos com ele sim”.

Fator casa e torcida

Mesmo sem torcedor nas arquibancadas, o treinador colorado exaltou a possibilidade de defender o título em seus domínios, no Onésio Brasileiro Alvarenga. Wagner aproveita para falar sobre a força que seus jogadores sentem jogando em casa e o “dever” de retribuir o carinho do torcedor:

“Nós somos muito fortes no OBA, é a nossa casa, quem joga aqui sabe que não terá vida fácil. Decidir em casa é muito importante para a gente, temos noção do quanto esse título é desejado, queremos mudar essa história do jejum de 15 anos sem título e estamos nos preparando para isso”.

“Nossa torcida é apaixonada, está junto o tempo todo com o time. Todos os meus 69 dias de trabalho até aqui tenho contato direto com o torcedor. A cada jogo queremos dar o nosso melhor para o torcedor e que ele veja um time jogando dentro da filosofia do clube, com raça, sem bola perdida e muita dedicação. Tudo o que fazemos é para retribuir o nosso torcedor”, finaliza.

A partida decisiva acontece às 16h, no Onésio Brasileiro Alvarenga. Vitória simples coroa como campeão o vencedor, em caso de qualquer empate a decisão será nas penalidades.


Leia mais: Final entre Vila Nova e Grêmio Anápolis terá arbitragem de Elmo Resende e auxílio de VAR

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -