Vila Nova vence no tempo normal, mas Brasiliense vai melhor nos pênaltis e avança

0
Imagem: Douglas Monteiro/ Vila Nova

Na tarde desta quinta-feira (18), Brasiliense carimbou sua vaga para a decisão do torneio. Depois de vencer o jogo de ida por 2 a 0, o Jacaré recebeu o Vila Nova no Serejão e, apesar da derrota por 3 a 1 no tempo normal, garantiu a classificação com um triunfo por 5 a 3 na disputa de pênaltis. 

O Brasiliense enfrentará o Remo na final da Copa Verde. O primeiro jogo deve ser confirmado pela CBF já para o próximo domingo.

O jogo

Não parecia que o Brasiliense sofreria tanto na Boca do Jacaré. Logo aos 12 minutos do primeiro tempo, o atacante Zé Love abriu o placar de cabeça. O Vila Nova chegou ao empate aos 25 minutos, em cobrança de falta de Alan Mineiro, no ângulo.

O meia do Tigre voltou a balançar as redes aos 21 minutos da etapa final, em cobrança de pênalti. Aos 32, o meia João Pedro ampliou para o time de Goiás, levando a decisão da vaga à final para os pênaltis.

Quis o destino que o próprio João Pedro não convertesse a quarta cobrança do Vila, quando o placar indicava 4 a 3 para o Brasiliense.

Ele teve o chute defendido pelo goleiro Edmar Sucuri. Coube ao meia Tobinha assinalar a quinta e última penalidade e garantir a inédita classificação do Jacaré à decisão da Copa Verde.