Transporte Coletivo pode sofrer nova paralisação, diz presidente da SET

0
Imagem: Prefeitura de Goiânia

Na manhã desta segunda-feira (21), Adriano Oliveira, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Goiânia (SET), concedeu entrevista exclusiva ao jornalista Altair Tavares, para comentar sobre a paralisação do transporte coletivo no último final de semana.

De acordo com o Adriano Oliveira, existe possibilidade de uma nova paralisação.

 “Nós alertamos para esse evento. Viemos alertando há muito tempo. Fizemos um alerta maior há duas semanas porque já sabíamos dessa questão do décimo terceiro, então, de fato, a gente vai ter problema se não houver algum tipo de ação muito rápida, a gente vai ter um grande problema para atravessar esse período de início de ano.” Disse Adriano Oliveira.

Adriano também ponderou que há um ‘descompromisso’ com o sistema de transporte por parte da atual gestão da Prefeitura de Goiânia. “É muito ruim esse descompromisso da atual gestão com o transporte. Se a gente tivesse tido, pelo menos 1% de gasto do que foi gasto com viadutos e asfaltos, a situação hoje seria diferente”, ponderou.

Ele crê, no entanto, que a nova gestão tocada pelo prefeito eleito Maguito Vilela (MDB) será diferente. Apesar de ainda não ter falado com a equipe de transição, Oliveira está otimista que o ex-governador irá observar com novos olhares o sistema. Pelo menos, durante a campanha, Maguito disse que tomaria para si o “protagonismo” na tentativa de resolver as soluções em torno do transporte.

A categoria reivindica o pagamento integral do 13º salário e a confirmação do pagamento do salário de janeiro de 2021 e ainda alegam que estão recebendo o salario de forma parcelada.,