22.8 C
Goiânia
sábado, 24, fevereiro 2024
- Anúncio -

Tentativa de homicídio em pit dog foi motivada por vigança, diz PC

De acordo com as investigações, Higor Junio matou o filho de um traficante conhecido da região, que prometeu vigança.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

A Polícia Civil do estado de Goiás, por meio da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), elucidou a tentativa de homicídio ocorrida no dia 17 de fevereiro, em um pit dog na Praça da Paz, no Setor Cândida de Morais, em Goiânia. O crime registrado por câmeras de celular mostra quando Higor Junio, de 21 anos, foi baleado, teve de ser socorrido e foi preso em seguida.

De acordo com as investigações, Higor Junio era procurado pela prática do homicídio doloso de Gleyberson Gregory Cândido Vieira, de 28 anos, filho do traficante conhecido como Gato Félix. O crime ocorreu no dia dois de janeiro, no Setor Morada do Sol, em Goiânia. A PC informou que a tentativa de homicídio ocorreu provavelmente em razão do homicídio de Gleyberson, tendo em vista que o pai da vítima é traficante e prometeu vingança.

Homicídio de Gleyberson

A investigação aponta Gleyberson e Higor fizeram uso de entorpecentes e discutiram, momentos antes do crime. Na oportunidade, Higor saiu do local, se armou com uma faca e regressou, desferindo diversos golpes na vítima, que foi a óbito no local.

Em continuidade às diligências do caso supracitado, o Cartório I deu cumprimento, ainda, ao mandado de prisão em desfavor de Waister David e Silva que, ao ver a vítima Gleyberson Gregory agonizando após as lesões produzidas pelos golpes de faca desferidos por Higor, foi até a vítima, pressionando seu joelho sobre o corte, piorando a lesão produzida pela facada.

Na ocasião, as pessoas que presenciaram a barbárie pediram para que Waister parasse a agressão, pois estava piorando o ferimento já produzido pela arma branca, porém, ele não obedeceu, ameaçando todos no local com a arma de fogo e desferindo coronhadas em quem tentava ajudar a vítima. Na oportunidade, ele ainda roubou dinheiro, droga e o boné de Gleyberson.


Leia mais: Prouni: prazo para confirmação de informações e matrícula termina hoje

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -