25.8 C
Goiânia
sábado, 13, abril 2024
- Anúncio -

Em situação crítica, Atlético-GO recebe o Furacão e tenta lutar contra o iminente rebaixamento

Dragão precisa vencer e torcer para que o Cuiabá não vença o Atlético Mineiro. Somente assim não estará rebaixado na rodada.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Atlético Goianiense e Athletico Paranaense duelam nesta quarta-feira (9), pela 37° rodada da Série A, no estádio Antônio Accioly, às 21h30. O Dragão está com a corda no pescoço e mesmo vencendo, poderá ser rebaixado. Para o descenso não ocorrer, o time precisa vencer seu compromisso e torcer para que o Cuiabá não vença o Atlético/MG, no Mineirão. Caso o Dourado vença a sua partida, o Dragão está rebaixado independentemente do que acontecer contra o Furacão. Pelo lado do Athletico, o time é o sexto colocado com 54 pontos e vem de derrota para o Internacional.

O técnico Eduardo Souza não poderá contar com Luiz Fernando que está suspenso. Por outro lado conta com o retorno do atacante Diego Churín, que cumpriu automática. No gol, Diego Loureiro permanece no time, mesmo com a recuperação de Renan. O arqueiro não está 100% fisicamente, por isso fica no banco.

Já Felipão não conta com o suspenso Thiago Heleno e com Hugo Moura, que está lesionado. O técnico ganha com o retorno de Abner, para a lateral esquerda. O time procura a vitória para se firmar no G-6 e com isso conseguir a vaga na fase de grupos da Libertadores 2023.


Ficha técnica
Atlético-GO x Athletico
37ª rodada da Série A
Data: 9 de novembro de 2022
Horário: 21h30
Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa/RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (Fifa/RS)
Atlético-GO: Diego Loureiro (Renan); Dudu, Lucas Gazal, Wanderson e Jefferson; Willian Maranhão, Gabriel Baralhas e Wellington Rato; Airton, Churín e Shaylon.
Técnico: Eduardo Souza.
Athletico: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Matheus Felipe e Abner; Fernandinho, Erick e Alex Santana; David Terans, Vitor Roque (Pablo) e Vitinho (Cuello).
Técnico: Luiz Felipe Scolari.
- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -