Senado aprova despacho gratuito de bagagem. Bolsonaro vai sancionar? Rosane Kotoski comenta

0
Imagem: Rodrigo Augusto

Devolver o direito do viajante despachar sua mala de até 23kg em voos domésticos de forma gratuita é justiça.

A MP que tratava do aumento de capital estrangeiro no mercado nacional da aviação civil, de 20% pra 100%, foi votada e aprovada no Senado Federal nessa quarta-feira, 22, e o destaque que tratava da correção com o direito do consumidor também foi aprovado.

Quando a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) editou a resolução que obrigada o consumidor a pagar pela bagagem despachada, a alegação era de que isso ajudaria a diminuir os preços das passagens. Não aconteceu.

Para a medida valer novamente, o presidente Jair Bolsonaro precisa sancionar o texto integralmente.

Setores de aviação e turismo são contra o despacho de bagagem gratuito. Eles alegam que a medida afugenta investidores.

Ouça o comentário de Rosane Kotoski no Jornal Primeira Hora desta quinta-feira, 23.


Rosane Kotoski comenta todos os dias no Jornal Primeira Horas, às 6h30