22.8 C
Goiânia
sábado, 24, fevereiro 2024
- Anúncio -

Polícia investiga motoristas de plataformas de frete suspeitos de ligação com roubo de cargas

Um caminhão e uma carreta utilizados para a subtração de uma carga de bebidas foram apreendidos, na região de Morrinhos, interior goiano.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

A Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) investiga uma dezena de motoristas envolvidos com o esquema ligado às plataformas de fretes e registros de ocorrências falsas de roubos de cargas. A Operação Marcação Ferrada, que teve início nesta terça-feira (4), tem foco principal no combate a crimes de estelionato envolvendo a subtração de cargas.

De acordo com a Polícia Civil, nas regiões nordeste e sudeste do país, nos últimos seis meses, houve um aumento significativo de estelionato eletrônico envolvendo o transporte de cargas, especialmente de placas solares e bebidas.

Nesse primeiro dia de operações, um caminhão e uma carreta utilizados para a subtração de uma carga de bebidas foram apreendidos, na região de Morrinhos, interior goiano. Os veículos são avaliados em mais de R$ 500 mil. Os policiais constataram que o conjunto trator possui os chassis adulterados, fruto de um roubo ocorrido no estado de São Paulo, e, mesmo com esse problema, conseguiu embarcar a carga de bebidas (depois desviada pelo motorista).

A investigação constatou os dados e, visando a prevenção dos aumentos em Goiás, passou a agir em conjunto nos monitoramentos dos sites de contratação de fretes (considerado o maior vilão desse problema criminal) e nas fiscalizações em rodovia, junto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar (PM).


Leia mais: Prefeitura inicia obras em ponte que caiu no início do ano, no Jardim Dom Bosco, em Aparecida

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -