Operação Confraria da Polícia Federal faz buscas em Goiás

A Polícia Federal deflagou, no início desta quinta-feira (6), a Operação Confraria, desdobramento da Operação Cash Delivery, com objetivo de desarticular organização criminosa voltada para cobrança, recebimento e ocultação de valores indevidos no âmbito da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego).
50 policiais federais estão cumprindo 10 mandados de busca e apreensão e 4 mandados de prisão temporária, além de sequestros de imóveis, nas cidades de Goiânia/GO, Caldas Novas/GO, Aruanã/GO, Brasília/DF e Búzios/RJ, todos expedidos pela 11ª Vara da Justiça Federal em Goiânia.
Entre os presos estão o ex-presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) Jayme Rincón e o presidente da Codego, Júlio Vaz.
Os investigados foram indiciados pelos crimes de lavagem de dinheiro, associação criminosa e corrupção. O nome da operação faz alusão às frequentes reuniões entre os investigados, com o fim de planejarem as atividades ilícitas.

Redação Bandeirantes

Notícia Anterior

População de Aparecida receberá protetores solares gratuitos durante este mês

Próxima Notícia

Junior Barranquilla e Atlético-PR empatam em 1 a 1

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *