13.8 C
Goiânia
sábado, 25, junho 2022
- Anúncio -

“Liguei para o Mendanha após negativa do Jânio Darrot, e coloquei o partido  à disposição dele”, diz presidente estadual do Patriota

Jorcelino Braga destaca que o ex-prefeito de Trindade irá permanecer no partido

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

O presidente do Patriota em Goiás, Jorcelino Braga, afirmou nesta quinta-feira (24) que o partido está à disposição de Gustavo Mendanha, prefeito de Aparecida de Goiânia e pré-candidato ao Governo de Goiás. “Quando o Jânio Darrot desistiu, eu liguei para o Gustavo Mendanha e coloquei o partido à disposição dele”, disse em entrevista à Rádio Bandeirantes Goiânia.

Braga ressalta que convidou o ex-prefeito de Trindade Jânio Darrot (Patriota) para ser o candidato da sigla ao Governo de Goiás, e que o empresário optou por questões pessoais não seguir com a candidatura. Enquanto o Patriota sinaliza apoio a candidatura de Gustavo Mendanha (Sem Partido), nesta semana, porém, Darrot declarou apoio à reeleição do governador Ronaldo Caiado (União Brasil).

Mendanha é um dos principais pré-candidatos em oposição a Caiado, e tem conversado com representantes dos partidos para definir filiação e alianças. Para Jorcelino Braga, o prefeito de Aparecida deve buscar um partido que ofereça segurança de seu projeto. “Para isso, você tem que ter uma aproximação muito grande com a executiva nacional, que é quem define os rumos finais de qualquer ato do partido em qualquer lugar do país”, argumentou.

Braga, que é secretário-geral do diretório nacional, ressaltou que seu partido não irá apoiar nenhum candidato a Presidência da República, liberando os estados para apoiar quem preferir. “O objetivo central do partido nessas eleições é fazer uma bancada forte, com muitos deputados federais”, frizou. A ideia, segundo ele, é conseguir mais verbas e tempo de propaganda gratuita nas emissoras de Rádio e Televisão.

O presidente estadual do Patriota avaliou, ainda, a gestão de Ronaldo Caiado. “O atual governo não está tão bem assim, e na última eleição foi eleito na onda Bolsonaro. A direita veio como uma avalanche e saiu levando tudo “, declarou.

Leia mais: Dallagnol disse que está indignado após ter que indenizar Lula em R$ 75 mil

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -