22.8 C
Goiânia
sábado, 13, abril 2024
- Anúncio -

Laudo aponta que motorista trafegava em velocidade média de 78 km/h em acidente que matou jovem, em Goiânia

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

A velocidade média da motorista que invadiu a portaria de um prédio em Goiânia, atropelou e matou o jovem Bruno Marques, de 18 anos, era de 78 km/h, segundo laudo pericial que analisou imagens e vestígios do local. A velocidade era acima do permitido para a via (40km/h). A informação refuta a versão dada pela condutora, em depoimento.

A Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict) informou ainda que nos locais da Avenida T-13, em que não há placas informando a velocidade permitida, ela é de 40km/h. O laudo aponta que a velocidade dela era entre 68,9 km/h e 87,4 km/h, desenvolvida a 50 metros do ponto de impacto, na portaria do prédio.

Ainda segundo a Dict, por outro lado, a 150 metros antes ao local do acidente, em região de perímetro escolar, há placa indicativa regulamentada em 30km/h. Em depoimento no dia 2 de março, ela negou que estivesse em alta velocidade e negou depoimento de testemunhas, que relataram temperamento alterado antes da colisão.

A outra motorista

A outra condutora, que avançou o sinal da Avenida S-5, ficou em silêncio durante seu depoimento à Dict. O laudo apontou que quanto a velocidade estimada que ela conduzia, só pôde ser determinada após o impacto, entre 20km/h a 29km/h.


Leia mais: Prefeitura de Goiânia atende a mais de 15 mil solicitações de vacinação contra Covid-19 em escolas

- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -