17.8 C
Goiânia
quinta-feira, 18, julho 2024
- Anúncio -

Hugo Bravo explica saída de Alan Mineiro e exalta jogador: “gratidão irreparável”

Presidente executivo do clube revela que rescisão foi amigável e com acordo entre ambas as partes

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

A saída de Alan Mineiro do Vila Nova pegou todos de surpresa. Todos menos o presidente Hugo Jorge Bravo, que revelou que a conversa para a saída do atleta já se arrastava antes mesmo do encerramento do Goianão. Além de dar essa informação, Hugo ressalta que não houve qualquer tipo de problema entre o atleta e o clube:

“Entendemos o Vila e o Alan que era o momento de encerrar o ciclo do atleta. Um ciclo vitorioso, que deu muitas alegrias ao torcedor. Chegamos a um denominador comum em relação à saída e aconteceu. Ele vai seguir a carreira dele em outros desafios. Anunciamos a saída do jogador com um enorme carinho e gratidão, nossas redes sociais ficaram à disposição dele. Posso errar vez ou outra, mas eu procuro sempre ser justo com as pessoas”.

O treinador Wagner Lopes e Frontini, recém-promovido à direção de futebol, não participaram da dessa. Hugo explica que foi uma decisão expressamente administrativa: “A decisão não passou pelo comando técnico do clube. Foi tomada apenas entre presidência e atleta, nem o Frontini que chegou agora como diretor participou do processo, essa história já vinha se desdobrando antes dele assumir”.

Hugo garante que o clube irá sempre valorizar a história construída pelo meia: “A gratidão pelo Alan Mineiro é irreparável. Ele está reconhecido em nossas redes sociais, nos murais internos aqui do clube. Valorizamos sempre quem ajuda nos objetivos do clube e o ciclo dele se encerra no clube de uma maneira vitoriosa. Quem sabe em um outro momento o atleta não possa nos servir para funções extra-campo?”.

REPOSIÇÃO E REFORÇOS

Com a saída do meia, o presidente garante que irá ao mercado em busca de reposição, apesar de acreditar que não será fácil. “Com certeza teremos reposição, mas precisamos encaixar dentro das nossas condições. Não vamos vender sonhos para ninguém, sabemos que é necessário ter reposição quando sai um jogador desse nível. Vamos caminhar nesse sentido para buscar um substituto que se encaixe no perfil e possa nos ajudar a conquistar os objetivos da temporada”.

Ele finaliza: “Mercado agora fica inflacionado por causa do fim dos estaduais, tem muita gente procurando e aí os preços estão acima do que achamos justo ou podemos pagar. Um meia será agora nossa prioridade, mas estamos atentos as demais oportunidades para compor outras posições do elenco”.  


Leia mais: Frontini admite “sonhar por Série A” mas vê permanência como objetivo do Vila

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -