22.8 C
Goiânia
sábado, 2, março 2024
- Anúncio -

Governo de Goiás define modelo para revitalização e modernização do Estádio Serra Dourada

Governador Ronaldo Caiado em reunião com grupo de trabalho que avaliou propostas para modelo de revitalização do Serra Dourada

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Grupo de trabalho avaliou três propostas apresentadas por consórcios previamente habilitados pelo Executivo estadual. Expectativa é de que o contrato seja assinado ainda em 2024_

Após estudo minucioso dos projetos apresentados por três consórcios empresariais, o Governo de Goiás definiu a Progen S.A. como detentora da melhor proposta de reestruturação e modernização do Estádio Serra Dourada. A escolha da empresa, que tem em seu currículo a reforma e revitalização do Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP), foi publicada em edição do Diário Oficial do Estado (D.O.E.) desta sexta-feira (09/02). Para a implantação do complexo multiuso denominado Distrito de Esporte e Entretenimento do Complexo Serra Dourada, a Progen S.A. apresentou projeto que visa um investimento obrigatório mínimo de R$ 250 milhões.

O governador Ronaldo Caiado destacou a ousadia do projeto. “Nosso objetivo é que o Serra Dourada seja uma grande arena, totalmente multifuncional, com capacidade de inovação ímpar e de realizar uma multiplicidade de eventos em uma mesma área. Acredito que esse seja o caminho para tornar todo aquele complexo em uma referência nacional”, comemora Caiado.

As intervenções físicas propostas pela Progen S.A. incluem a modernização do Estádio Serra Dourada, a reforma do Ginásio de Esportes Valério Luiz de Oliveira, o “Goiânia Arena”, a construção de um parque poliesportivo, além da execução de obras nas áreas adjacentes e em seus arredores. A previsão é de que o futuro Distrito de Esporte e Entretenimento tenha espaço para jogos, atividades esportivas e de lazer e feiras de negócios, além da oferta de inúmeros serviços à população e da instalação de um centro gastronômico.

O Grupo de Trabalho (GT) foi liderado pelo vice-governador Daniel Vilela e contou com representantes das secretarias de Estado da Administração (Sead), Geral de Governo (SGG), Esporte e Lazer (SEEL) e da Goiás Parcerias, além de técnicos do governo e assessores jurídicos. O GT avaliou os projetos por meio de propostas segmentadas nas áreas de engenharia, arquitetura, financeira e jurídica. Também foram submetidos à apreciação do GT um plano de negócios e um estudo de demanda.

O vice-governador Daniel Vilela mostrou boa expectativa com o resultado e a escolha da empresa pela sua experiência com o Pacaembu, em São Paulo. “A empresa escolhida demonstrou qualificação técnica. Isso nos passa segurança e tranquilidade”, explica. “Estamos diante de um projeto ousado, que vai colocar o Serra Dourada e toda região em um novo patamar, em uma nova centralidade”, acrescentou. O novo titular da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (SEEL), Rudson Guerra, avalia de forma positiva a parceria com a iniciativa privada, por meio do procedimento de manifestação de interesse (PMI). “Vamos trabalhar para o Estado ter o melhor modelo para um espaço multiuso. Com certeza o PMI representa o fortalecimento do esporte em Goiás, além de ser uma opção de entretenimento e lazer”, destaca.

Próximas etapas
Por meio de audiências públicas a serem realizadas a partir de março, o Governo do Estado pretende colher sugestões junto à sociedade a respeito da modernização do Estádio Serra Dourada. O contrato com a empresa escolhida deve ser assinado até o final deste ano e as obras têm previsão de início em 2025. “A parceria com a iniciativa privada, é uma certificação que estamos em busca do que há de melhor no mercado para adotar em nosso Estado”, detalha o presidente da Goiás Parcerias, Diego Soares.

Fotos: André Costa e Mantovani Fernandes

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -